Notícias

Arquivo | Governo do RN

Agronegócio

05 de julho de 2018 às 11h45

Governo do RN assina convênios para agricultura familiar

O Governo do RN, por meio do projeto Governo Cidadão e Banco Mundial, assina nesta sexta-feira (6), 10h, na Central da Agricultura Familiar (Cecafes), os convênios dos Subprojetos dos Editais de Registro Sanitário das Agroindústrias da Agricultura Familiar e de Apoio a Subprojetos da Fruticultura Irrigada. Ambos os editais somam R$ 32 milhões em investimentos. Ao todo serão contempladas 67 associações de agricultura familiar que receberão recursos para incrementarem seus negócios e se tornarem ainda mais competitivas.

“Muitas agroindústrias da agricultura familiar atualmente não podem comercializar em supermercados e em programas governamentais, por exemplo. Com esses recursos, elas vão se adequar as normas vigentes e se tornarem mais competitivas, agregando valor aos seria produtos que já são superiores os produtos convencionais encontrados no mercado”, esclarece Vagner Araújo, secretário da Sethas e coordenador do Governo Cidadão.

O principal objetivo do Edital - Registro Sanitário das Agroindústrias da Agricultura Familiar é o apoio financeiro e técnico às organizações da agricultura familiar através da adequação da agroindústria existente, nas áreas de apicultura, cajucultura, fruticultura, leite e derivados, ovinocaprinocultura e pescado, a fim de torná-las aptas a receber o registro sanitário (legalização).  Neste edital, cada organização produtiva receberá um apoio financeiro de R$ 500 mil.

Foram contemplados projetos voltados a organizações produtivas, em áreas urbanas e rurais, que manipulam, processam e/ou beneficiam produtos de origem animal e vegetal, sujeitas à fiscalização prévia conforme legislação sanitária vigente com interesse na obtenção de registro ou alvará sanitário.

Estão sendo financiados 39 subprojetos de organizações da agricultura familiar e cada um receberá em média R$ 495 mil em apoio financeiro. Os municípios contemplados envolvem Mossoró, Serra do Mel, Goianinha, Pedro Velho, Vera Cruz, Almino Afonso, Marcelino Vieira, Pau dos Ferros, Portalegre, João Câmara, Pureza, São Bento do Norte, São Miguel do Gostoso, Bom Jesus, Extremoz, Jaçanã, Cerro-Corá, Currais Novos, Florânia, Ipueira, Jucurutu, Santana do Matos, Afonso Bezerra, Angicos, Lajes, Apodi, Campo Grande, Caraúbas, Severiano Melo e Upanema.

Já o Edital de Apoio a subprojetos na fruticultura irrigada beneficiará 28 subprojetos e soma R$ 14 milhões. Estão sendo contemplados projetos de fruticultura irrigada para melhoria da produção primária, beneficiamento e comercialização nos territórios Assú-Mossoró, Alto Oeste, Mato Grande, Terra dos Potiguaras, Sertão Central, Cabugi, Litoral Norte, Seridó e Sertão do Apodi.

“O valor médio que cada organização produtiva estará recebendo é de R$ 450 mil, esse aporte possibilita a execução de planos de negócios, adequação das agroindústrias, produção, beneficiamento, logística, comercialização e acesso a novos mercados”, conclui, Vagner.
 

Revista Negócios

TV NEGÓCIOS

Fórum Negócios 2018